A NOSSA DEPENDÊNCIA

Almograve - do árabe al-mugáuár, «o que faz incursões»

Vamos olhar a praia com outros olhos e mostrar essas novas imagens a todos os "dependentes" deste local. Vamos recordar aquilo que desapareceu com o tempo, mas que ainda paira na nossa memória. Convido-vos a partilhar a paixão pelo Almograve.


Maria Filomena Ponte Silva



segunda-feira, 15 de março de 2010

Nada melhor que um poema de Sophia para começar...

Praia

Na luz oscilam os múltiplos navios
Caminho ao longo dos oceanos frios

As ondas desenrolam os seus braços
E brancas tombam de bruços

A praia é lisa e longa sob o vento
Saturada de espaços e maresia

E para trás fica o murmúrio
Das ondas enroladas como búzios.




Sophia de Mello Breyner

2 comentários:

  1. Ninguém fala melhor do mar, como Sofia.

    Começou muito bem!

    Abraço

    Luisa

    ResponderEliminar
  2. Às vezes até se confunde com ele.Obrigada, Luísa.

    ResponderEliminar